Atividades para crianças: qual é a brincadeira ideal para cada faixa etária?

25 de maio

Para os pais que estão em casa passando mais tempo com os filhos durante o isolamento social há muitos desafios. Sem a ida para a escola todos os dias, resta a eles a missão de entreter as crianças com brincadeiras, que sejam ao mesmo tempo divertidas e adequadas para cada idade.

Porém, você sabe quais são as preferências das crianças em termos de brincadeira de acordo com a faixa etária? Neste artigo, listamos algumas atividades e características que podem auxiliá-lo a entretê-las por mais tempo, sem que elas percam o interesse nas brincadeiras propostas.

Crianças entre 2 e 5 anos

Nesta fase, a criança começa a explorar o ambiente, preferindo brincadeiras nas quais ela possa gastar mais energia, privilegiando o estímulo motor. Esse é um período em que o imaginário está bastante aguçado, então desenhos e atividades criativas, que envolvam toques de fantasia, costumam fazer sucesso.

Opte por brincadeiras com massinha de modelar e tinta para pintura, bonecos com roupas para vestir, instrumentos musicais simplificados e lousa com giz colorido.

Crianças entre 5 e 7 anos

A faixa etária entre 5 e 7 anos é um período de desenvolvimento de autonomia. A criança passa a ter gostos próprios, seja para roupas, para alimentos e também para as brincadeiras. As atividades que privilegiem a interação se destacam nesse período.

A prática esportiva, com futebol, corda e patins são algumas opções. Jogos que estimulem a memória ou a capacidade de raciocínio também fazem sucesso.

Crianças entre 7 e 10 anos

Para muitas crianças esse é um período que representa o início de uma jornada com atividades extracurriculares, além da lição de casa do dia a dia. Com menos tempo para brincadeiras, elas passam a ser estimuladas por outras atividades como a leitura de livros, revistas e quadrinhos ou atividades manuais, como construir uma pipa ou fazer um bolo.

Inclua na lista ainda brincadeiras como caça ao tesouro, stop, quebra-cabeças e jogos de tabuleiro.

Crianças a partir de 10 anos

Essa é uma faixa etária para a qual os brinquedos já têm pouco ou nenhum interesse. Nesta idade, as crianças acompanham jogos eletrônicos no celular ou no vídeo game e acompanham conteúdos produzidos por youtubers. Nesse caso, as brincadeiras mais interessantes para elas são as que envolvem atividades de teatro, música ou desafios esportivos e mentais.

Quais habilidades devem ser privilegiadas no desenvolvimento?

Além da lista de brincadeiras que propomos nesse artigo, sinta-se livre para adaptar as atividades para elas de uma maneira que elas fiquem entretidas. Pode ser que o seu filho se sinta mais à vontade com brincadeiras de uma faixa etária superior ou inferior – e isso você descobrirá apenas no dia a dia, após perceber as reações dele.

É importante que você observe que tipo de habilidades as atividades realizadas estimulam. A lista de possibilidades é extensa e deve incluir as seguintes: agilidade, concentração, condicionamento físico, coordenação motora, criatividade, equilíbrio, estratégia, força, noção de tempo e espaço e raciocínio lógico.

Mesmo as brincadeiras mais simples, quando os estímulos são realizados da maneira correta, podem surtir os efeitos desejados. Portanto, mais do que supor o que elas gostariam de fazer, dê a elas a oportunidade de brincar e perceba quais atividades lhes parecem mais atrativas.  Independentemente da escolha delas, procure variar as atividades, combinando várias delas, como forma de garantir entretenimento por muitas semanas.

Por fim, lembre-se de que não é o valor dos brinquedos que faz a diferença: os itens mais caros não são, necessariamente, os mais divertidos. É a combinação entre criatividade, estímulo correto e preferências da criança que será determinante na criação de atividades que possam satisfazê-la por mais tempo.