PUCPR oferece cursos que aprimoram o atendimento à mãe e ao bebê

18 de fev

O índice de mortalidade materna no Brasil é dez vezes maior que o registrado em países desenvolvidos. Hoje, essa taxa está em 64,5 óbitos para cada 100 mil nascidos vivos – número que precisa cair pela metade nos próximos dez anos para cumprir a meta firmada com a Organização das Nações Unidas (ONU). Para isso, o aprimoramento de medidas de prevenção e o atendimento humanizado no parto e pós-parto em todo o país são essenciais.

De acordo com o Ministério da Saúde, 92% das mortes maternas registradas no Brasil ocorrem por causas consideradas evitáveis. Neste cenário, a prevenção tem na qualidade da assistência recebida pela gestante a sua maior aliada. Preocupada com essa realidade, a Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR) Câmpus Maringá oferece uma série de cursos voltados para capacitar e formar equipes preparadas para ouvir, informar e orientar as famílias da gestação ao pós-parto; atuar na prevenção e tratamento de complicações no período gestacional, além do apoio à escolha da gestante para todos os tipos de parto e na eficiência de ações emergenciais.

O curso de Especialização em Enfermagem e Obstetrícia foi o primeiro da região orientado para capacitação e aperfeiçoamento de profissionais com foco na qualidade do atendimento (humanização). Em 2020, a Universidade estende a formação para três novos cursos: formação de doulas, assistência do enfermeiro ao recém-nascido na sala de parto e manejo clínico nas práticas do aleitamento materno.

Formação de Doulas

Enquanto as equipes da saúde são responsáveis pelo acompanhamento clínico da gestante e do bebê, as doulas são acompanhantes preparadas para dar suporte físico e emocional à mulher desde o pré-natal até o final do período pós-parto –  conhecido como puerpério. Com 36 horas, o curso apresenta instruções sobre práticas baseadas em evidências científicas que proporcionam à gestante o suporte físico e emocional esperados no parto humanizado.

O público-alvo inclui enfermeiros obstetras, enfermeiros, psicólogos, fonoaudiólogos, fisioterapeutas, técnicos de enfermagem, dentre outros. Não é necessária formação de nível superior. Informações: https://bit.ly/2HkYLaY

Assistência do Enfermeiro ao Recém Nascido na sala de parto

A proposta desse curso é habilitar enfermeiros profissionais para prestar assistência sistematizada de enfermagem no processo de parto e nascimento através de práticas humanizadas. O curso de atualização é destinado a enfermeiros graduados. Outras informações e inscrições: https://bit.ly/3bxRXV6

Manejo clínico nas práticas do aleitamento materno 

O curso busca habilitar profissionais enfermeiros para prestar assistência sistematizada no processo de parto e nascimento através de práticas humanizadas. O Ministério da Saúde preconiza a prática do parto normal e natural dentro de uma abordagem humanizada. O modelo assistencial vigente necessita da atuação efetiva de profissionais com competência técnica-científica e humanística capazes de propor transformações com vistas ao respeito aos direitos sexuais e reprodutivos, garantindo a qualidade da assistência obstétrica. Informações e inscrições: https://bit.ly/37rcfMG