Gestores do Grupo Marista participam da 2ª etapa da Formação em Identidade e Missão Marista

26 de abr

Nos dias 19 e 20 de abril gestores de diversas áreas do Grupo Marista participaram da segunda etapa do curso Formação em Identidade e Missão Marista. Desta vez o encontro, que faz parte da etapa de Imersão do Programa de Formação e Vivência Marista, aconteceu no CMMC – Centro Marista Marcelino Champagnat, em Curitiba (PR).

E mais uma vez, todos partilharam de momentos de reflexão e aprofundamento do carisma e missão Marista. As experiências vividas na primeira parte do curso já trouxeram para esses líderes novas formas de trabalhar e gerenciar suas equipes. E isso pôde ser sentido na segunda etapa da formação, que contou com palestras e atividades de gesto concreto permeando o tema: Sustentabilidade e Missão.

Uma das características mais marcantes do encontro foi o sentimento de se colocar a servir, seguindo os ensinamentos de Jesus Cristo. E isso ficou evidente em vários momentos. “O objetivo principal da formação é lembrar da missão Marista para a tomada de decisão junto às equipes”, comenta Caroline Fagundes, do Setor de Pastoral e responsável pelo projeto.

Gestos Concretos

Um bom líder sabe conduzir sua equipe para que todos executem os mais diversos tipos de tarefas com harmonia e proatividade. E para isso, conhecer bem a missão do Grupo Marista, partilhar os bons exemplos e manter o diálogo permanente são essenciais. Para aprofundar o carisma e o legado deixado por Marcelino Champagnat, os gestores participaram de ações de gesto concreto.

Um dos gestos foi pintar áreas externas, plantar mudas em uma horta e no jardim de duas escolas estaduais, localizadas em Almirante Tamandaré (PR). As instituições estão sendo beneficiadas e recebendo melhorias em espaços pedagógicos por meio do projeto Territoriar, do Centro Marista de Defesa da Infância, o CEDIN. O projeto foi apresentado por Bárbara Pimpão, Gestora do Centro de Defesa, aos participantes da Formação em Identidade e Missão. Depois de todos entenderem a importância e os objetivos do mesmo, foram até as escolas para dar mais vida aos espaços. Todo o trabalho de cuidado com a terra contou com a colaboração da equipe de jardinagem do Grupo Marista. Os colaboradores repassaram informações aos gestores e auxiliaram no plantio das mudas. “Nós saímos da nossa rotina de trabalho. Quando entendemos que esse projeto ajudaria tantas crianças, ficamos contentes e ainda mais dispostos”, explica Maria Varlene Kuhn, responsável pela equipe.

Claudio de Carvalho, que é colaborador da equipe da jardinagem e está no Grupo Marista há 28 anos, conta que a experiência foi enriquecedora. “Participar dessa ação me fez refletir sobre o trabalho voluntário. Tenho vontade de dedicar um dia do mês para fazer algo pelo próximo”, comenta. Já para Benedito Leopoldo, a troca de experiências entre as equipes foi um grande aprendizado. “Explicar aos gestores como cuidar da terra foi especial. Nós também aprendemos muito com eles”, explica.

Depois de muito trabalho nas escolas, os líderes participaram de mais um momento de reflexão no ato de servir, com a orientação do Irmão Alvanei Finamor, que se dispôs a estar em todos os momentos das Formações em Identidade e Missão Marista. De forma simples e gratuita, os participantes lavaram os pés uns dos outros, assim como Jesus fez com seus discípulos.

Reflexões e aprendizados

No segundo dia do curso os participantes acompanharam as palestras ministradas pelos professores Victor Meyer Junior e Mari Regina Anastácio. Logo em seguida, o grupo fez suas reflexões sobre o que foi apresentado e a aplicação do conhecimento adquirido junto às suas equipes. Laércio Loureiro, que atua na Diretoria de Tecnologia e Sistemas, considera que a formação influencia diretamente na tomada de suas decisões. “Compreender e vivenciar a missão Marista faz com que todos possamos contribuir e a dar continuidade ao legado de Marcelino”, comenta. Para ele, as informações disseminadas em diversas ocasiões sobre os valores e a missão, hoje ficaram mais claras e evidentes.

Já para Cleiton Balbinotti, que trabalha na Santa Casa de Curitiba, os aprendizados da Formação em Identidade e Missão não serão perdidos com o passar o tempo. “O amor ao trabalho, simplicidade e a presença significativa têm ainda mais sentido depois de tudo o que vivemos aqui”, explica. E cada um deles, com sua experiência profissional e com as experiências vividas nas duas etapas do curso, são agora mais Maristas de Champagnat.

Fique por dentro das novidades do Grupo Marista