Instituto Ciência e Fé promove lançamento do Átrio dos Gentios

9 de mar

O Instituto Ciência e Fé, da PUCPR, juntamente com a Arquidiocese de Curitiba e a Conferência Nacional dos Bispos no Brasil (CNBB), realizaram o lançamento do Átrio dos Gentios, encontro promovido pelo Vaticano que visa debater o diálogo entre a ciência, a cultura e a fé. A cerimônia aconteceu no dia 12 de fevereiro, na PUCPR, e contou com a presença de Dom Leonardo Steiner, secretário da CNBB, do Arcebispo de Curitiba e Grão Chanceler da PUCPR, Dom José Peruzzo, do reitor da PUCPR, Waldemiro Gremski, do Vice-presidente do Grupo Marista, Ir. Rogério Mateucci e do Diretor do Instituto Ciência e Fé, Fabiano Incerti.

Promovido desde 2009 pelo Pontifício Conselho para a Cultura da Santa Sé e realizado em espaços simbólicos de diferentes cidades do mundo, essa é a primeira vez que o Átrio de Gentios acontecerá no Brasil. O encontro será entre os dias 11 e 13 de abril e pretende debater de temas que tocam a existência humana e sua relação com o transcendente.

De acordo com Fabiano Incerti, um dos idealizadores do evento, o objetivo principal é o diálogo entre crentes e não crentes, numa perspectiva de “fronteira”, ou seja, um encontro de saberes, de experiências e de culturas. “A fé, as ciências, a arte, a política, a ética, a solidariedade, a sustentabilidade, são temas constantes nos debates e favorecem perguntas profundas e inquietantes”, explica.

Para o reitor da PUCPR, Waldemiro Gremski, esta é a oportunidade para entender e dialogar que ciência e fé caminham juntas. “O Átrio já foi realizado em grandes capitais do mundo, e no Brasil a PUCPR tem a felicidade de sediá-lo pela primeira vez. A PUC fomenta e está aberta a esse diálogo”.

Na ocasião, Ir. Rogério pontuou que, como Instituição de Ensino, devemos ser ponte entre o sagrado e as nossas convicções com o mundo contemporâneo. “Queremos estabelecer com o mundo das crianças e jovens um vínculo verdadeiro de encontro e diálogo. Esse é o nosso desejo para o Átrio dos Gentios”.

Uma universidade católica não é apenas feita de palavras religiosas sem o mundo científico, segundo Dom Peruzzo. “Ciência sem fé faz do saber um grande poder, que pode ser desvirtuado pelas fraquezas humanas e a fé sem ciência pode fazer ofertas a um Deus desconhecido. Sou grato à PUC por fazer desse local um ponto de partida para as mais belas experiências”, ressalta.

Por fim, Dom Leonardo destacou que o papel do Átrio dos Gentios é dialogar; seja com a Igreja ou com as pessoas. “Os diálogos se dão na fronteira entre o crer e o saber. A ciência é sempre uma busca contínua de ultrapassar a si mesma. O Átrio quer ajudar a pessoa humana a ir além do limite da finitude”.

 

Programação:

Com o tema “Deus, Cosmos, Humanidade: um diálogo de fronteiras”, haverá um debate entre o cardeal italiano Gianfranco Ravasi – presidente do Pontifício Conselho para a Cultura – e o astrofísico Marcelo Gleiser no dia 11 de abril, às 19h, no Teatro TUCA. Acesse a programação: http://cienciaefe.pucpr.br/